6 Coisas que nunca te falaram sobre transição capilar

transição capilar

A transição capilar é um procedimento que gera muitas dúvidas. Isso porque, ela envolve vários aspectos importantes, não só relacionados aos fios, mas a própria autoestima feminina.

Muitas mulheres acabam desistindo desse processo justamente por desconhecer alguns detalhes importantes da transição capilar propriamente dita.

Por conta disso, nesse post vamos falar algumas coisas que provavelmente ninguém nunca te contou sobre esse procedimento.

Confira!

1.   A transição capilar também envolve mudança de mentalidade

Quando falamos de transição capilar, muita gente acha que tudo se trata de uma questão de mudança nos cabelos ou no visual. Contudo, esse procedimento também engloba uma mudança profunda de mentalidade.

Isso mesmo! Durante esse período, você precisa ter força de vontade e uma mentalidade muito bem definida para encarar a transição sem qualquer tipo de receio. Afinal de contas, haverá momentos em que as madeixas ficarão com uma textura nada agradável e com um visual indefinido.

É como se durante essa mudança você praticamente renascesse. Com a transição, você deixará para trás a mulher que tinha os cabelos lisos, e passará a assumir os verdadeiros cachos. Por isso, é importante se manter motivada ao longo do processo.

2.   Você pode sim usar produtos para ajudar na transição capilar

Muita gente acha que durante a transição capilar fica proibido usar qualquer produto que possa ajudar na modelagem dos fios. Contudo, isso é um erro.

É verdade que você precisa se manter longe de produtos que alisam as madeixas. Contudo, existe uma grande variedade de itens que podem te ajudar a definir os cachos com mais facilidade, nesse momento tão delicado.

Um ativador de cachos pode ser muito útil. Isso porque, ele vai reativar a memória dos fios, fazendo que eles mantenham o formato cacheado por mais tempo.

Além disso, existem vários ativadores que também ajudam a proteger os fios dos agentes externos, como os raios ultravioletas e a poluição.

3.   Cronograma capilar se torna ainda mais importante

Outra coisa importante sobre esse processo é que o cronograma capilar se torna ainda mais importante. Isso porque, durante esse período os fios se tornam mais frágeis e quebradiços.

Lembre-se que eles passaram por uma série de procedimentos de alisamento e receberam vários tipos de químicas. Logo, é necessário dar uma atenção especial para que eles possam voltar ao formato original de maneira saudável.

Para começar, use uma linha de manutenção diária própria para cabelos cacheados, crespos e ondulados. Esses produtos possuem fórmulas desenvolvidas especialmente para ajudar na reconstrução da fibra capilar, bem como na reposição dos nutrientes perdidos durante o alisamento dos fios.

Além disso, é indicado que você faça ao menos uma hidratação por semana. Como os fios estarão bem fragilizados, essas hidratações ajudarão a recuperar a força, elevando a vitalidade dos fios.

Mas, lembre-se sempre de escolher máscaras próprias para o seu cabelo. Assim, você terá a garantia que eles receberão todos os nutrientes que precisam.

4.   Não existe um tempo certo de transição capilar

A transição capilar não obedece a uma fórmula. Algumas mulheres conseguem os resultados desejados em questão de meses. Já outras demoram um pouco mais para isso.

Por isso, você precisa ter muita paciência. Tenha em mente que esse é um processo gradativo, e que você vai encontrar alguns pelo caminho. Os cabelos podem demorar a crescer, eles vão ficar com texturas diferentes, e pode ocorrer até mesmo a queda dos fios. Então, esteja preparada para tudo isso.

Uma alternativa que pode ajudar nessa questão é fazer um Big Chop. Esse é tipo de corte de cabelo que vai retirar toda a parte lisa dos fios. Para muitas mulheres ele ajuda e muito na transição capilar. Mas é importante que ele seja feito porque você deseja.

Não se sinta na obrigação de cortar os fios. Como foi dito acima, cada mulher pode encarar esse processo de uma maneira diferente. Então encontre o seu meio.

5.   Você pode usar chapinhas

Mais um dos erros muito comuns associados a transição capilar é que nem mesmo a chapinha pode ser utilizada. Contudo, você pode usá-la sem problemas.

Ela é um meio mais natural de lidar com as texturas diferentes que irão aparecer durante esse processo. Você pode sim usar esse aparelho quando os fios estiverem fora de controle, o importante é não realizar processos de alisamento como a escova progressiva.

Contudo, por mais tentador que possa parecer, você deve evitar o uso desse tipo de aparelho. Tenha em mente que você precisa se acostumar com a questão de mudanças no formato dos fios, uma vez que a transição capilar pode levar até mesmo alguns anos.

Ao invés de usar a chapinha, prefira colocar em prática técnicas de modelagem. Uma delas é a fitagem.

Através dela, você terá mais facilidade para modelar os cachos. Basta lavar o cabelo, secar, e depois dividir ele em madeixas.

Em seguida, passe um pouco de creme de pentear próprio para cabelos cacheados em cada mexa. Então, amasse ela de baixo para cima. Fazendo isso em todo o cabelo os seus fios ficarão super definidos.

6.   Os penteados podem ajudar no processo

Os penteados são grandes aliados de mulheres em transição capilar. Primeiramente, eles te ajudarão a lidar melhor com as diferentes texturas que os fios irão adquirir.

E em segundo, eles também irão ajudar no fortalecimento dos fios. Com isso, eles cresceram mais rapidamente e logo você conseguirá recuperar o aspecto natural em 100%.

Existem vários tipos de penteados que você pode testar. Desde coquinhos até trança raiz. Isso sem contar nos apliques com cabelos naturais e fios de lã, que também ajudam e muito no controle das madeixas.

O mais importante de tudo é que você se sinta bem consigo mesma, nem que para isso você tenha que dar um empurrãozinho na mudança, partindo para acessórios que ajudem no visual.

Passada a transição capilar, você verá que os resultados irão compensar. Você conseguirá ter suas madeixas naturais novamente, e não dependerá mais de processos de alisamento.

Não importa o formato dos seus cabelos, o importante é você se sentir bem.

Agora que você já sabe tudo sobre transição capilar, será mais fácil passar por esse processo tão delicado. Se você quer mais dicas como essas, não deixe de seguir a gente nas redes sociais e fique sempre por dentro das novidades.

Google+
Facebook
Pinterest
Twitter

Inscreva-se para receber nossas promoções, novidades e descontos em primeira mão!